Proposta Metodológica

A formação como processo permanente é condição necessária para o fortalecimento dos trabalhadores e suas organizações. As Confederações, Sindicatos, Associações de classe, etc. cumprem rigorosamente o seu papel quando conseguem assumir o seu protagonismo transformador. É aí onde a formação cumpre a sua função estratégica, já que não apenas contribui para desenvolver melhor a ação política-sindical, mas também para disputar projetos de país, de mundo, que tenham como fundamento a democracia, a justiça e a solidariedade em busca do bom viver.