Conclui com êxito Seminário sobre livre comercio nas Américas

A iniciativa promovida pela CLATE, a UNI Américas e a ATTAC Argentina reuniu 498 inscritos de 14 países da América Latina e o Caribe.

Tratou-se de uma proposta surgida no marco da Assembleia Argentina Melhor Sem TLC que contou com o apoio do Instituto Mundo del Trabajo (UNTREF) e do Instituto de Estudios de América Latina y el Caribe (UBA). Esta iniciativa teve por objetivo contribuir para a construção de pensamento crítico sobre o avanço do livre comércio na região e fomentar o debate sobre seus impactos negativos nos direitos econômicos, sociais e culturais dos povos.

O Seminário “O livre comércio nas Américas, da ALCA aos acordos megarregionais” foi ministrado de forma virtual e gratuita durante seis semanas a partir de novembro de 2016 e contou com inscritos da Argentina, Chile, Colômbia, Brasil, Uruguai, Costa Rica, Bolívia, Equador, Paraguai, México, Peru, Guatemala, República Dominicana e Venezuela.

39% dos participantes informou pertencer a entidades sindicais, 14% a organizações sociais e comunitárias, 12% a instituições acadêmicas, 10% a organizações políticas, 4,5% a organizações estudantis, seguidos em menor medida por participantes de outra procedência.

Os 498 inscritos se dividiram em 15 comissões, a cargo de tutores da CLATE, da UNI e da ATTAC. Com relação ao nível de estudos, 55% manifestou ter alcançado estudos universitários, 18% estudos secundários, 15% estudos terciários, e 12% pós-graduação.

Última atualização: sexta, 4 agosto 2017, 02:14